mai 162013
 

As páginas do livro, do século V ou VI, são de couro tratado e estão escritas em um dialeto do aramaico, língua falada por Jesus. Suas páginas hoje estão negras, por causa da ação do tempo, mas as letras douradas ainda possibilitam sua leitura.

As autoridades turcas acreditam que se trata de uma versão autêntica do Evangelho de Barnabé, um discípulo de Jesus que ficou conhecido por suas viagens com o apóstolo Paulo, descritas no Livro de Atos.

Gospel-of-Barnabas-580x355

Autoridades religiosas de Teerã insistem que o texto prova que Jesus nunca foi crucificado, não era o Filho de Deus, mas um profeta, e chama Paulo de “Enganador.” O livro também diz que Jesus ascendeu vivo ao céu, sem ter sido crucificado, e que Judas Iscariotes teria sido crucificado em seu lugar. Falaria ainda sobre o anúncio feito por Jesus da vinda do profeta Maomé, que fundaria o Islamismo 700 anos depois de Cristo. O texto prevê ainda a vinda do último messias islâmico, que ainda não aconteceu. Continue reading »


Adcionar no Orkut

jan 022012
 

Estas são atitudes de grande relevância e precisam ser  divulgadas. Atitudes que mostram, diante tanta violência contra os animais, a existência de seres que são verdadeiros humanos, anjos que, se possível, colocam a sua vida em risco para salvar  a vida desses seres “amigos para sempre”.

O exemplo abaixo do senhor  Adilson Ferreira de Pádua que salvou o cãozinho das águas, em Itabirito-MG e também o da dona Maria de Lourdes Estevão Rocha, 78 anos, que perdeu a vida tentando salvar o seu cachorrinho, quando tentava retirá-lo do fundo do quintal de sua casa e foi atingida por um deslizamento de encosta, às 04h da manhã desta segunda-feira, em Visconde do Rio Branco, zona da mata mineira.

Ela não perdeu a vida, ganhou uma asa.

São atitudes como essas que fazem DEUS renovar a promessa que fez a Noé.

Obrigada, senhor Adilson Ferreira por sua atitude. Senhora Maria de Lourdes, certamente Deus colocará em seu livro de registro essa sua ação.

A partir do momento que o mesmo caiu na água, o cão tentou nadar contra a correnteza e não conseguia sair do local. Com o tempo, já estava apresentando sinais de cansaço e estava sendo levado pelo curso d'água. Foi quando o Sr. Adilson Ferreira de Pádua decidiu tomar atitude de salvar o cão. Fotos: Dabbyã Eliezer


Adcionar no Orkut

dez 172011
 

Agora que mais um crime bárbaro aconteceu e mobilizou o mundo todo, devemos relembrar todos os outros para não cair no esquecimento e virar estatística, pois acredito ser a nossa oportunidade de através desse mártir, que está sendo o York, mostrarmos para as autoridades que coisas piores estão prestes a acontecer enquanto a tipificação desses crimes não se tornar hediondo e inafiançável.

Mais uma assassina e, igualmente há outros e mais outros e tudo vira estatística, pela impunidade, pela brandura de pena e pelo descaso ou desconhecimento das autoridades que não valorizam a importância da coerção desses crimes.

São crimes que se iniciam contra inocentes, por marginais que amparados pela impunidade passam a praticar contra humanos pela continuação dessa mesma impunidade.

O caso do cão Lobo, do York, do Titã, e tantos outros.

São crimes que precisam ser analisados não só pelas vítimas, mas pelos agressores, pois tem-se a certeza que será mais um assassino à solta escondido atrás de leis brandas, falhas e corrompidas.


Adcionar no Orkut

dez 172011
 

Por favor, hospitais do Brasil e do mundo:

Jamais admitam esse monstro em seus quadros de funcionários, qualquer que seja a função.

Ela é uma assassina perigosa, e assim como matou um inocente animal, poderá matar qualquer pessoa, principalmente pacientes que ficarem sob os seus cuidados.

Se é que ela já não fez isso. É preciso investigar. Quem sabe não já aconteceu?

O empregador que admitir essa assassina poderá vir a correr risco de morte ou ser co-responsável pela morte de outrem. CUIDADO!!!


Adcionar no Orkut

dez 172011
 

Estudo norte-americano observa entre as pessoas preconceito contra ateus e homossexuais, mas por motivos diferentes

por Redação Galileu

Pesquisa realizada em novembro pela Universidade de British Columbia, no Canadá, e pela Universidade de Oregon, nos Estados Unidos, concluiu que as pessoas em geral tendem a confiar mais nos cristãos do que nos ateus, gerando certo preconceito para com os cidadãos que não acreditam em Deus.

Para isso, fez-se uma simples pesquisa com mais de 300 americanos de idades entre 18 e 82 anos. Os autores apresentavam aos participantes alguns tipos sociais, como ateus e homossexuais, e colhiam alguns dados que resumiam sentimentos e pensamentos relacionados a esses tipos, como nível de confiança e nível de aversão.

O estudo descobriu que os entrevistados não tinham problemas relacionados a pessoas em geral – o que demonstra que eram voluntários normalmente sociáveis –, mas tinham menos empatia por homossexuais e ainda menos por ateus – mostrando haver preconceito contra ambas as condições.

O preconceito contra ateus estava mais relacionado a uma falta de confiança nessas pessoas – os participantes relataram que não achavam os ateus confiáveis. Já em relação ao preconceito contra gays, foi notado entre os entrevistados um grau de revolta com o comportamento em público das pessoas com essa opção sexual.


Adcionar no Orkut

nov 152011
 

(Brasília, 03 de novembro de 2011) – O deputado federal Ricardo Tripoli (PSDB-SP) promove no próximo dia 18, em São Paulo, a partir das 19h, reunião sobre o substitutivo ao Projeto de Lei 215/2007 que institui o Código Federal de Bem-Estar Animal.

O encontro dará continuidade às reuniões e debates promovidos para discussão das alterações sugeridas pelas entidades do movimento de proteção animal.

A íntegra do Código Federal de Bem-Estar Animal está disponível:

http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=341067

Outras informações sobre o projeto:

http://www.ricardotripoli.com.br/?p=243

Clique abaixo para ler o convite:

https://picasaweb.google.com/116609981710907744334/ConviteReuniaoSobreOCodigoFederalDeBemEstarAnimal#5670801912661732738

Fonte: www.ricardotripoli.com.br


Adcionar no Orkut